VRA
  Apresentação
Chefia
Atendimento
Disciplinas
Estágios
Docentes
Laboratórios
Serviços
Projetos
Pós-graduação
 

Laboratórios de Fecundação in vitro, Clonagem e Transgenia Animal

Histórico

O laboratório iniciou suas atividades em 1989, ano no qual o Prof. Visintin retornou do pós-doc na Alemanha, trazendo novidades na área de transferência e criopreservação de embriões nas diferentes espécies.

Em 1994, teve início a atividade de fecundação in vitro em bovinos, ferramenta base para os estudos atuais em clonagem e transgenia animal, sendo um dos três laboratórios pioneiros nesta biotécnica no Brasil. No ano de 1999, iniciou os projetos de fecundação in vitro na espécie suína, modelo fundamental para os estudos de transgenia e de xenotransplante. Em 2001, iniciou-se o estudo de maturação oocitária em cães.

Em São Paulo, o laboratório conta com 8 salas (3 de Biologia Molecular, 1 de Fecundação in vitro em bovinos, 1 de Fecundação in vitro em suínos, 1 de Cultivo Celular, 1 de Preparo de Meios e 1 Multifuncional). Estes laboartórios têm a finalidade de estudar as bases fisiológicas e moleculares da maturação oocitária, da fecundação, do cultivo embrionário, do ciclo celular e da capacitação espermática. Desenvolve e aprimora biotécnica da reprodução, como a clonagem e a transgenia animal, buscando produzir animais transgênicos que possam servir de modelo de estudo das áreas básica e aplicada.

Em Pirassununga, o laboratório possui um anexo no CBRA, constituído do Laboratório de Embriões e Curral Didático. Estas instalações são constantemente utilizadas para o ensino de graduação e de pós-graduação, bem como para cursos de extensão.


Linha de Pesquisa

Biotecnologia da Reprodução

 


Técnicas

  • Avaliação de DNA de espermatozóides e embriões;
  • Expressão gênica em oócitos e embriões;
  • Colheita e transferência de embriões de camundongo e de bovino;
  • Análise da viabilidade de embriões e espermatozóides por sondas fluorescentes;
  • Clonagem e transgenia animal;
  • Construção de vetores para transgenia;
  • Análise de polimorfismo por RFLP;
  • Cultura de células.

 

 

 

 

Relevâncias

  1. Cris - 1º camundongo transgênico do Brasil.
  2. Marcolino da USP - 1º clone brasileiro oriundo de célula somática de feto bovino.
  3. Bela da USP - 2º clone da raça nelore produzido no Brasil oriundo de célula somática de indivíduo adulto.

 

 

Responsáveis:

Prof. Dr. José Antonio Visintin

Profa. Dra. Mayra Elena Ortiz D'Avila Assumpção